Morando sozinha #1

Quem me segue já algum tempo (principalmente pelo instagram @emagreceinst)  sabe que sempre fui regrada com os pratos que comia em casa. Quando morava com meus pais, eu mesma preparava meus pratos a noite, diariamente. Afinal, além de gostar de cozinhar, era uma forma que eu encontrava de reduzir minha pontuação no jantar. Dessa forma, sempre tive esse hábito de chegar em casa e preparar. No entanto, nos dias das preguiças, eu aproveitava o que já estava pronto lá em casa ou o que tinha na geladeira (ovos hihi).

Eu já postei aqui também que adorava fazer compras (ainda adoro), porém, ainda assim, uma coisa é fazer por necessidade mesmo e outra por mais “luxo” e “gosto”, certo? Então, desde que me mudei para SP, minha vida de dona de casa ficou repartida e todos os pratos/saladas elaborados que fazia não estão tão presentes. Porém, isso não quer dizer que ando comendo besteira.. quer dizer apenas que estou comendo coisas menos trabalhosas e que são mais fáceis de fazer. Por isso, resolvi compartilhar um pouco da minha rotina em relação a comida em si para ver se consigo também ajudar alguns de vocês que estejam passando por essa fase da vida.

Normalmente, reservo 1 dia da minha semana, na verdade, uma noite (cerca de 1 a 2 horas) para poder cozinhar tudo que quero e congelar. Como moro sozinha, não posso me dar ao luxo de comprar muitas coisas e não comer (embora isso já tenha acontecido, comprei rúcula e mesmo comendo 2 dias seguidos, joguei uma parte fora). Como eu tenho feito, então?

Apesar de não ser super fã de frio, ele tem seu charme e facilita muito meu apetite por sopa. Dessa forma, faço o seguinte: no almoço, aproveito para comer mais saladas e legumes cozidos e a noite, como uma sopa ou até mesmo, um filé de frango/almôndega com algum completo e depende do meu apetite: milho, macarrão integral, salada (quando tem!). Dessa forma, são coisas que posso congelar e assim, descongolo no dia anterior. Caso esqueça, sempre tenho ovos e dai é só preparar um omelete esperto e voilá, meu jantar 😀

O ponto importante é nunca deixar o nível do seu congelador baixo, pois no fim, você vai recorrer a um prato rápido e fora de casa, o que normalmente não será a melhor opção!

CongeladosNessas minhas horas destinadas a cozinhar, aproveito para preparar uma sopa que rende uns 4 potinhos (ou seja, 4 jantas) e já separo os filés individualmente, dai no dia anterior, só separo um para o dia seguinte. Arroz ou macarrão, caso eu queira, não são dos mais complicados para fazer na hora. Então ainda não vi necessidade de congelar o arroz já temperado.

Aproveito e também congelo qualquer tipo de molho que vá utilizar, por ex, molho de tomate. Compro o pronto, mas refolgo com meus temperos e dai congelo parte dele para usar no dia que quiser! Outra coisa legal é ter uma estoque de coisas legais quando a preguiça bater: frios (presunto ou peito de peru), queijo, pão ou wrap, requeijão, ketchup, mostarda, géleia de pimenta (adoro) e como já falei, ovos!

Ainda tenho que aprender sobre esse novo mundo de viver sozinha, mas por enquanto estou me virando assim. Entre altos e baixos, consigo viver e comer bem :D! Aceito dicas e sugestões de quem vive nessa situação há mais tempo ou de quem não vive, mas pode me ajudar! haha

E vocês como fazem no seu dia a dia para se manter na linha?

Beijos,

 

 

 

 

 

Anúncios