Experimentando: Aveia

Se há uma coisa que não passo um dia sem comer, essa `coisa` é aveia. Desde que me entendo por gente, na minha casa nunca faltou, pois meu pai consome diariamente no seu café da manhã. No entanto, fui dar apenas atenção a pobrezinha depois de anos escutando meu pai falando do benefício da aveia em relação ao funcionamento do intestino.

Não é tiro e queda, como se fosse um laxante, porém a inclusão dela no nosso dia a dia facilita muito as coisas haha. Além disso, acredito que ela tenha sido o alimento responsável pelo meu “bom fluxo” em SF, com certeza se não fique inchada e com dores, foi por causa dessa belezura!

Olha o tamanho de um dos potes de aveia que comprei, quase 1 kg, se eu não me engano! haha

Olha o tamanho de um dos potes de aveia que comprei, quase 1 kg, se eu não me engano! haha

Poderes da aveia:

  • Ajuda a diminuir a gordura abdominal
  • Controla as taxas de colesterol e picos de glicose
  • Previne cancêr de cólon
  • Fortalece o sistema imunes
  • entre outros..

A aveia possui os dois tipos de fibras: solúveis e insolúveis (expliquei aqui), ou seja, ela não só ajuda a retardar o esvaziamento do estômago (aumentando a sensação de saciedade) como também aumenta o tamanho do nosso nº2 (haha).

Ela existe em três formas (fonte aqui):

  1. Flocos – “Trata-se do grão praticamente in natura, já que só passa pelo processo de prensagem. É a opção mais carregada de nutrientes.”
  2. Farelo – “É feito com a camada externa do cereal, onde as fibras ficam concentradas. Portanto, é uma boa pedida para quem deseja eliminar uns quilinhos.”
  3. Farinha – “Produzida com a parte mais interna da aveia, não tem tantas fibras alimentares. Normalmente é usada em receitas de bolos, pães, massas e biscoitos”

Normalmente, lá em casa, tem flocos fino da marca Quaker, mas, sinceramente, não vejo diferença entre as marcas, mas meu pai prefere essa, logo, só tem essa hihihi. Em SF, eu consumi a flocos instantânea que, quando misturava com água ou leite quente, ela “inchava” e parecia um mingau. Achei umas saborizadas da marca Walker e provei a “mel + castanha” e gostei (apesar de ter achado bem doce), porém gosto desse tipo,  pois ela “inchada”, na minha experiência, dá uma sensação maior de saciedade. Acredito que isso aconteça, pois mesmo colocando a mesma quantidade de aveia, quando ela incha, parece que tem mais no mesmo prato e como já falei por aqui, comer com olhos é importante também e vai ver por isso nossa cabeça entenda que “comemos mais”.

Não vou falar que aveia é uma delícia, mas é um “mal” necessário no meu dia a dia. Se consigo ir ao banheiro todo dia hoje é pelo hábito da aveia. Já larguei até a pobrezinha da ameixa seca, mas mantive a aveia e o resultado continuou o mesmo. E olha para quem ia ao banheiro apenas 2 ou 3 por semana, ir todo dia é quase um milagre.

Ressalto que comer aveia não é sinônimo de resolução de todos os seus problemas intestinais. Além dela, você tem que ter uma dieta balanceada/equilibrada, BEBER MUITA água (sem água, a aveia pode ter dar mais prisão de ventre, isso sim!) e fazer exercício. De qualquer forma, ela é uma querida e nunca falta lá em casa.

Aqui no blog já ensinei algumas receitas com aveia #ficaadica:

E vocês têm o costume de consumir aveia?

beijos,

Anúncios

2 pensamentos sobre “Experimentando: Aveia

  1. Pingback: Batalha de Aveia Instantânea | E agora?

  2. Pingback: Comprei, testei e adorei: Barrinhas de cereal Quaker – Torta de Limão e Morango | E agora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s